Sobre

O 1º Congresso Internacional de Redes Sociais (CIReS) é um fórum que pretende congregar investigadores, técnicos e especialistas que desenvolvem a sua atividade no quadro das redes sociais, seja no seu estudo, seja no desenho e concretização de projetos de intervenção social e organizacional. Temos a ambição de congregar no CIReS participantes dos vários pontos do globo e dinamizar um quadro de partilha e reflexão em torno da multiplicidade das redes sociais e das metodologias para o seu estudo científico.

As pessoas encontram-se inseridas na sociedade por meio de relações sociais que desenvolvem ao longo da sua vida, inicialmente no seio familiar, depois na escola, na comunidade em que vivem, no trabalho e numa imensidão de outros lugares e setores da organização social. As relações que as pessoas estabelecem e mantém irão estruturar a esfera social.

O conceito de rede está inerente ao nosso quotidiano quer seja ele de dia-a-dia, quer seja organizacional já que a interdependência, a interação e a inter-relação estão inerentes a todos nós, enquanto seres humanos. Uma rede consiste num conjunto de laços diádicos todos do mesmo tipo, entre uma série de atores, ou seja, um conjunto de indivíduos que se relacionam com um objetivo específico caracterizado pela existência de fluxos de informação.

A metodologia de análise de redes sociais beneficia de influências de várias correntes, provenientes dos mais variados campos científicos (antropologia, sociologia, política, psicologia, matemática, etc.) sendo também notório que, nos mais diversos quadrantes da sociedade existem as mais diversas redes. A análise de redes sociais também aponta para uma perspetiva teórico metodológica que enfatiza o estudo das relações entre entidades e objetos de várias naturezas, contribuindo para a compreensão de problemas complexos, tais como a integração da estrutura social (macro) e a ação individual (micro).

No quadro da intervenção social e organizacional, as redes sociais consubstanciam, pois, processos e dinâmicas muito complexas que importa discutir e descodificar no CIReS.

Pretende-se com este Congresso conhecer, discutir, aprofundar e disseminar dinâmicas e práticas de utilização de redes sociais em projetos de intervenção social e organizacional, bem como, discutir, analisar e disseminar experiências e projetos que tenham como base a teoria e metodologia de análise de redes sociais.

As finalidades são as seguintes:

  • Potenciar a criação e o fortalecimento de redes de trabalho cooperativo entre analistas de redes sociais
  • Dar a possibilidade aos estudantes de mestrado e doutoramento do polo, de outros polos do CICS.NOVA e de outras IES portuguesas e estrangeiras, de submeter-se ao crivo crítico entre pares e com especialistas na área.
  • Divulgar trabalhos realizados por investigadores do CICS.NOVA na área da ARS
  • Divulgar trabalhos realizados por investigadores de outros centros de investigação na área da ARS
  • Aprofundar a discussão teórica e metodológica sobre a ARS
  • Divulgar ferramentas/metodologias de estudo/aplicação da ARS a vários objetos.
  • Discutir tendências e desafios teóricos e metodológicos da ARS.
  • Aprofundar a discussão teórica e metodológica sobre projetos de intervenção social que tenham por base redes sociais.
  • Discutir práticas de intervenção social e organizacional

Destinatários:
Analistas e investigadores de Redes Sociais
Técnicos da intervenção social
Estudantes de várias áreas científicas
Docentes dos vários níveis de ensino
Técnicos de organizações sociais (empresas, ONG, municípios, etc.).

Organização:
CICS.NOVA – Pólo da Universidade de Évora